Três em cada dez empresas brasileiras (35%) devem aderir à Black Friday

A economia no país deu sinal de pequena recuperação, mesmo com o cenário político tão conturbado como o que vivemos atualmente.

Mas somados ao crescimento do evento no calendário brasileiro, e a consolidação anos após ano, a Black Friday gera muito expectativa no setor. Segundo um estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) três em cada dez empresas brasileiras (35%) devem aderir à Black Friday. (Fonte: E-Commerce Brasil)

No início, a Black Friday começou com sérios problemas de reputação

Tanto que foram criados inúmeros mecanismos de validação e verificação do cumprimento das promessas de descontos. Bem pouco tempo atrás, batizada de Black Fraude, onde a expressão “tudo pela metade do dobro” viralizou, gerando muitos memes e desconfiança.

Nas edições mais recentes, alguns órgãos se posicionaram como fiscalizadores de apoio ao consumidor. É o caso do Procon de São Paulo, que esse ano fará plantão das 19h do dia 23 até 22h do dia 24 de novembro. Essa iniciativa auxilia o consumidor, e as empresas honestas e ajuda o crescimento ainda mais dos números.

***

Menos de um mês para a Black Friday. Qual foi a estratégia da sua empresa para esse ano? Acesse: http://kamus.com.br/blackfriday/

Curtiu esse artigo? Então compartilhe!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Google+
Google+
Email this to someone
email