A importância de escolher uma boa hospedagem

Olá, meu nome é Felipe Pavão, sou sócio e fundador da Xdevs, empresa especializada em hospedagem de sites WordPress e parceira da Kamus na hospedagem dos seus projetos. Hoje eu vou compartilhar com você os principais pontos que devem ser levados em consideração na contratação de uma boa hospedagem.

A escolha de um host é um dos primeiros pontos a serem decididos quando o empreendedor dá início a criação da sua presença digital. No geral, o empreendedor não investe muito tempo em fazer uma boa escolha, o que pode comprometer toda a execução de seu marketing digital.

Tendemos a decidir pelo que estamos mais expostos e pela empresa mais popular ou com menor preço no mercado. Essa é uma escolha natural do comportamento do ser humano e de todo marketing que é feito por essas companhias. No entanto, é preciso ter alguns cuidados para não comprometer investimentos maiores.

Quando se pensa em uma boa hospedagem, boa performance e estabilidade de servidores são os pontos que devem permear a decisão pela melhor solução. Além disso, ter expertise na tecnologia do seu site e disponibilidade de atendimento são alguns diferenciais a serem observados.

No quesito performance e estabilidade, vale salientar que a paciência do usuário de internet é cada vez menor. Isso significa que se o seu site não carregar rápido e entregar o resultado que o seu prospect espera, ele não fará nenhuma cerimônia em fechar a aba e seguir para o seu concorrente. E todo aquele esforço e dinheiro investidos por você irão para o ralo em um piscar de olhos. Sendo assim, é importante conhecer outros sites hospedados e utilizar ferramentas como o GtMetrix para medir a performance desses sites e te auxiliar na decisão.

Além disso, conhecer a tecnologia do seu site (em nosso caso, o WordPress) e disponibilidade de atendimento são ótimos diferenciais a serem observados. Enquanto muitas empresas tendem a querer abraçar o mundo e atender todas as tecnologias, algumas outras optam por se especializar em determinados nichos para oferecerem um serviço diferenciado e um atendimento mais ágil. E isso vai fazer diferença exatamente no momento em que um plugin do WordPress por ventura atualizar e quebrar o seu site. Ter um suporte especializado na tecnologia do seu site livrará você de muitos problemas futuros e evitará custos pontuais com programadores.

Por fim, e como bônus nesse artigo, vale mencionar a questão dos e-mails. A maioria das hospedagens generalistas oferecem serviços de e-mails atrelados as hospedagens de sites (que são serviços diferentes), como forma de venda casada. Esses serviços de e-mails até atendem o grande público, mas não o bastante principalmente quando o seu negócio estiver crescendo. Isso porque você fatalmente precisará migrar de hospedagem e ficará dependente de um serviço genérico de e-mail daquela empresa. A pergunta que fica é: por que não começar com seus e-mails hospedados em uma empresa de e-mail, como o Gmail ou a Zoho?

Se você ficou com alguma dúvida nos pontos abordados, fique a vontade para enviar um email para felipe@xdevs.com.br ou comentar aqui embaixo.

Como é feita a escolha dos times nos projetos da Kamus?

Sempre que um profissional se interessa em ser um coworker na Kamus eu recebo frequentemente a mesma pergunta do título desse artigo. É uma dúvida muito comum e então nós resolvemos transformá-la num post.

A Kamus foi idealizada baseada em 3 princípios básicos para os coworkers:

  • Jobs que não mudam escopo todo tempo
  • Prazo de produção aceitáveis
  • Pagamento justo e com data definida

A máxima é que cada coworker trabalhe com 100% foco no job em que foi alocado, usando a sua conveniência de local e tempo, gerando maior qualidade vida. Na Kamus nós acreditamos que esse cenário é bom para os coworkers, como também é para os clientes, que terão resultados mais satisfatórios.

Como é o critério de montagem do time?

Por conta disso, cada projeto que chega por aqui, gera um interesse de vários profissionais que respondem os briefings de montagem de times e nós precisamos criar um critério para a escolha dos profissionais. São eles:

  • Perfil do coworker – Quanto mais o perfil for próximo ao tipo de projeto, melhor!
  • Experiências anteriores – Vale muito possuir experiência em projetos similares ao que vamos atuar.
  • Disponibilidade – Com o time definido, o início de produção leva no máximo até 48h.
  • Velocidade no retorno – Quanto mais rápido você entrar em contato mostrando interesse, maiores as suas chances.

E como funciona na prática?

Assim que um contrato é fechado na Kamus, nós entramos agendamos uma reunião remota com o cliente (ou responsável pelas aprovações) para criarmos o documento de briefing. Além de informações técnicas, essa conversa traça o perfil conceitual do projeto, fundamental para a escolha dos profissionais.

Depois disso a Kamus envia um e-mail para toda a base (E-mail e Slack) com um vídeo explicativo com todos os detalhes do projeto e cada coworker interessado nos responde contando a sua ideia sobre o briefing do projeto. É baseado nessa resposta é que avaliamos o perfil do coworker e definimos o time.

Se você quiser receber o envio do briefing toda vez que estivermos montando um time, cadastre-se na base de e-mails ou participe do grupo Slack da Kamus e responda sempre que se interessar por um projeto.