A Internet do seu público é ‘mobile’. E o seu site é responsivo?

A Internet do seu público é 'mobile'. E o seu site é responsivo?

Publicado em: 28 de abril de 2017 – Categoria: Resenha – Tags: Clientes, IBGE, Internet, Mobile, PesquisaRedes Sociais, Responsivo

Por Cristiano Santos

Fundador da Kamus, designer web especialista em criação de sites com WordPress focado em negócio; pai, marido e goleiro de fim de semana.

Quando Steve Jobs apresentou o iPhone na MacWorld de 2007, o mundo sabia que esteve de frente para algo realmente inovador. Ele era um produto incrível, e ofereceu uma forma totalmente nova de usarmos celulares.

Mais do que a telefonia, o iPhone foi disruptivo com a indústria da música, da fotografia e principalmente, da Internet!

À partir dessa apresentação o mundo nunca mais seria o mesmo!

Toda uma geração de usuários nasceu e cresceu baseado nesse patamar de consumo que ditou o comportamento da sociedade. Produtos e serviços surgiram para estar no ecossistema criado pela Apple à partir desse dia.

Hoje, 92,1% do acesso da Internet doméstica do Brasil é feito por um celular

Segundo uma pesquisa do IBGE, o celular superou pela primeira vez os desktops e monopolizam o acesso da Internet da maioria dos lares brasileiros através dos dispositivos móveis.

Com base nesses dados, é fundamental que cada empresário que investe em comunicação na Internet se conscientize de que se o usuário não tiver uma boa experiência de uso pelo celular, ele a descartará.

Não importa qual é o tipo de ação. Seja uma publicação via e-mail marketing, redes sociais ou site. Se a menção não se adaptar ao smartphone, não existirá comunicação nenhuma com o usuário.

Na Kamus todos os produtos são 100% pensados para criar uma excelente experiência de uso, independente se o seu público está num smartphone, tablet ou deskotp!

E aí empresário, a comunicação da sua marca é responsiva?

Esse artigo é útil para alguém? Compartilhe!

O que achou do artigo? Comente o que achou!

© 2016 – 2018 Kamus – Hub de Profissionais – (21) 98412-8528 – falecom@kamus.com.br – CNPJ 26.649.828/0001-69

Por que a sua empresa ainda não tem um site que vende?

Certamente porque você contratou alguém para fazer um layout e não para desenvolver uma solução para o seu negócio! E eu não estou dizendo com isso que design não vende. Não muito pelo contrário. O design auxilia a venda e motiva o consumo. Avaliar uma peça visual de um site apenas pela estética e não pelo eficácia em negócios, é um tremendo desperdício!

Na Kamus nós entendemos que todo site é uma peça de comunicação, e como tal, precisa ter objetivos claros e metas a serem atingidas. A criação é baseada na conversão e mesmo que o seu negócio não transacione através do site, a tomada de decisão do consumidor passa por essa comunicação e documentar essa tarefa para criar uma solução visual é fundamental.

O usuário está no centro de tudo

Criar layouts que ignorem a necessidade do usuário é o mesmo que rasgar dinheiro. Num mundo onde não há mais o conceito “entrar na Internet”, pois nós estamos na Internet o tempo todo através dos dispositivos móveis (leia o artigo sobre site responsivo), dar ao usuário aquilo que ele necessita é inteligente e faz bem ao seu negócio.

Todo layout deve ter o usuário como o centro de tudo! É preciso mapear os seus desejos, necessidades e só então podemos desenvolver soluções visuais para atendê-lo.

Mas se a sua empresa ainda tem um site que você acha lindão, mas não vende, ou pior, nem sabe se vende, está na hora de um redesign.

Você não acha!?

A importância de escolher uma boa hospedagem

Olá, meu nome é Felipe Pavão, sou sócio e fundador da Xdevs, empresa especializada em hospedagem de sites WordPress e parceira da Kamus na hospedagem dos seus projetos. Hoje eu vou compartilhar com você os principais pontos que devem ser levados em consideração na contratação de uma boa hospedagem.

A escolha de um host é um dos primeiros pontos a serem decididos quando o empreendedor dá início a criação da sua presença digital. No geral, o empreendedor não investe muito tempo em fazer uma boa escolha, o que pode comprometer toda a execução de seu marketing digital.

Tendemos a decidir pelo que estamos mais expostos e pela empresa mais popular ou com menor preço no mercado. Essa é uma escolha natural do comportamento do ser humano e de todo marketing que é feito por essas companhias. No entanto, é preciso ter alguns cuidados para não comprometer investimentos maiores.

Quando se pensa em uma boa hospedagem, boa performance e estabilidade de servidores são os pontos que devem permear a decisão pela melhor solução. Além disso, ter expertise na tecnologia do seu site e disponibilidade de atendimento são alguns diferenciais a serem observados.

No quesito performance e estabilidade, vale salientar que a paciência do usuário de internet é cada vez menor. Isso significa que se o seu site não carregar rápido e entregar o resultado que o seu prospect espera, ele não fará nenhuma cerimônia em fechar a aba e seguir para o seu concorrente. E todo aquele esforço e dinheiro investidos por você irão para o ralo em um piscar de olhos. Sendo assim, é importante conhecer outros sites hospedados e utilizar ferramentas como o GtMetrix para medir a performance desses sites e te auxiliar na decisão.

Além disso, conhecer a tecnologia do seu site (em nosso caso, o WordPress) e disponibilidade de atendimento são ótimos diferenciais a serem observados. Enquanto muitas empresas tendem a querer abraçar o mundo e atender todas as tecnologias, algumas outras optam por se especializar em determinados nichos para oferecerem um serviço diferenciado e um atendimento mais ágil. E isso vai fazer diferença exatamente no momento em que um plugin do WordPress por ventura atualizar e quebrar o seu site. Ter um suporte especializado na tecnologia do seu site livrará você de muitos problemas futuros e evitará custos pontuais com programadores.

Por fim, e como bônus nesse artigo, vale mencionar a questão dos e-mails. A maioria das hospedagens generalistas oferecem serviços de e-mails atrelados as hospedagens de sites (que são serviços diferentes), como forma de venda casada. Esses serviços de e-mails até atendem o grande público, mas não o bastante principalmente quando o seu negócio estiver crescendo. Isso porque você fatalmente precisará migrar de hospedagem e ficará dependente de um serviço genérico de e-mail daquela empresa. A pergunta que fica é: por que não começar com seus e-mails hospedados em uma empresa de e-mail, como o Gmail ou a Zoho?

Se você ficou com alguma dúvida nos pontos abordados, fique a vontade para enviar um email para felipe@xdevs.com.br ou comentar aqui embaixo.